Previsão do Tempo Min: 11° Máx: 23°
Previsão Completa
Você está na edição de Quinta-feira, 24 de Julho de 2014
Clique aqui e veja outras edições
Edição de - RSC–153
Olha o perigo
Fonte: Lula Helfer Clique para Ampliar
1 2

A situação era de extremo risco, mas dois homens que viajavam na carroceria de um caminhão pareciam não se importar ontem pela manhã. A reportagem da Gazeta do Sul flagrou o caso na RSC–153, na altura do município de Barros Cassal. Eles estavam agachados junto a várias madeiras que, aparentemente, não se encontravam presas. Sem qualquer proteção, a dupla se segurava na própria carroceria. É lamentável que mesmo quem não está ao volante cometa imprudência e exponha sua vida no trânsito.

Eleições nas escolas

A Assembleia Legislativa aprovou ontem uma série de mudanças na lei que estabelece a gestão democrática do ensino público. Uma das alterações determina a proporcionalidade entre os votos do segmento dos pais e alunos (peso de 50%) e o de professores e funcionários de escolas (50%). Pelas novas regras, a reeleição dos diretores só poderá ocorrer uma vez, assim como previsto no código eleitoral brasileiro para cargos majoritários (prefeito, governador e presidente).

Para participar das eleições, as chapas terão de apresentar um plano de ação que aborde aspectos administrativos, financeiros e pedagógicos das escolas. Também foi incluída entre as atribuições dos diretores de escolas a tarefa de prestar contas da aplicação de recursos financeiros repassados por órgãos federais, estaduais ou municipais. Outra mudança diz respeito às atribuições dos conselhos escolares, que passam a ter função executora, cumprindo exigência do Ministério da Educação. O mandato de seus membros será de três anos, podendo haver uma recondução.

Luz que treme

Tem gente estranhando os tremores na luz emitida pelas lâmpadas em alguns horários, em Santa Cruz do Sul. O temor é de que isso acabe queimando eletrodomésticos. Contatada, a AES Sul afirma que não há nenhum problema no abastecimento de energia elétrica no município.

Hora de doar

Gazeta Grupo de Comunicações e CDL são parceiras na realização da Campanha do Agasalho 2012, que ocorre de 1º a 27 de maio. O lançamento oficial acontece no Parque do Trabalhador, no primeiro dia do mês, quando já poderão ser realizadas doações. O encerramento será durante o Rádio no Parque, evento que vai marcar os 32 anos da Rádio Gazeta.

No período, as doações poderão ser realizadas em vários pontos de coleta distribuídos pelas lojas da cidade, identificadas pelo cartaz da campanha. Nos dias 12 e 19, caravanas vão aos bairros para o recolhimento de agasalhos. Quem colaborar ganha cupons para concorrer a 13 prêmios, que serão sorteados durante o Rádio no Parque.

Retórica antimulta

Propagandas de um CD room que ensina a contestar multas de trânsito têm lotado caixas de e-mail. Conforme o anúncio, o tal CD vem com modelos de argumentação prontos, que o multado adequa à sua infração – que pode variar desde avançar o sinal vermelho até dirigir alcoolizado, passando por transitar sem equipamentos obrigatórios, na contramão ou sobre calçadas. O manual também promete ajudar a anular multas de quem corre demais ou pilota motos sem capacete.

Trata-se da velha técnica de encontrar o mínimo furo na lei, ou a pequena falha do autuador, sem negar que a irregularidade, de fato, ocorreu. Se tal CD funciona mesmo, quem ganha pontos, mais uma vez, é a impunidade e a violência no trânsito.

Nem tão doce lar

As caixas de papelão cumpriram a função de casa, na manhã fria dessa terça-feira, na calçada da Rua Venâncio Aires, Centro de Santa Cruz. Comoventes em qualquer época do ano, cenas assim despertam ainda mais preocupação com a chegada do inverno. A situação de gente que dorme pelas ruas de Santa Cruz, por sinal, foi tema de debates na última reunião da Câmara e voltou a ser abordada ontem pelo secretário municipal de Desenvolvimento Social, José Osmar Ipê da Silva, em entrevista à Rádio Gazeta. Ipê disse que pediu para a Guarda Municipal redobrar a atenção sobre esses casos, conduzindo os desabrigados ao albergue.

Ipê também falou do jovem papeleiro que costuma ser visto dormindo na esquina das ruas Ramiro Barcelos e Tenente Coronel Brito, assunto abordado pelo Panorama na edição do último fim de semana. Disse que o rapaz costuma recusar acolhimento no albergue, pois “não gosta de ficar entre quatro paredes” e ressaltou que, diante disso, sua equipe está “monitorando à distância” o papeleiro.

Viaduto em debate

O Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) do Estado estará reunido em Santa Cruz para debater diversos temas, entre eles a viabilidade da construção de um viaduto entre a Avenida Orlando Oscar Baumhardt (ERS–418), e o Acesso Grasel, no trevo do Fritz e Frida. A obra é reivindicada pelos moradores de Linha Santa Cruz. A abertura do evento ocorre às 9 horas de hoje, no Aquarius Flat Residence. Estão convidados representantes da Prefeitura e do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer).

Construída para desafogar os congestionamentos que se tornaram rotina junto ao trevo, a via lateral que fará a ligação direta da ERS–418 com a RSC–287 teve o asfaltamento concluído ontem. Hoje a Prefeitura deve iniciar a sinalização do local. A nova pista deve ser liberada amanhã. Com a obra, os motoristas poderão ingressar direto na rodovia e seguir em direção ao trevo de acesso à Unisc.

DO LEITOR

Número de cesarianas

Sobre a matéria da Gazeta do Sul a respeito do aumento do número de cesarianas (edição de 17/04/2012) há que explicar melhor alguns fatos. Até onde se sabe, o parto normal não tem esse nome por acaso. Problemas são raridades. Tenta-se fazer um tipo de terrorismo dizendo que todo o parto normal é uma incógnita e um risco em potencial. Essa frase não tem embasamento científico algum, pelo contrário. Alguns dados: cesarianas aumentam o risco de morte em 3,5 vezes; há mais chances de haver hemorragia ou infecção no pós-parto e uma recuperação mais difícil. Outras questões sociais também estão envolvidas: partos por cesariana são mais frequentes entre mulheres de grupos socioeconômicos mais privilegiados, com maior escolaridade, e mulheres brancas.
Um estudo do Ministério da Saúde de 2006 mostra que quase metade das cesáreas foram agendadas. Será que todas elas já estavam sentindo dor? Além disso, outro estudo mostra que cesarianas são realizadas com mais frequência em horários diurnos e em dias úteis, o que sugere que essa forma de parto é mais conveniente para os médicos. Quanto à questão de financiamento, é importantíssimo explicar que “SUS não cobre” não é a mesma coisa que “SUS não dá”. Enfim, muito gira em torno de dinheiro.
A reportagem também cita que há a preferência pelo procedimento cirúrgico entre as mulheres. Pois bem: se uma gestante me procura e pede para realizar uma cesárea, eu discuto com ela que essa será uma decisão do momento, até que se prove o contrário, como alguma alteração formal detectada no pré-natal. A decisão é minha. Ética médica – primum non nocere –, ou seja, primeiro não cause danos. Há que se discutir a situação com todos os envolvidos. Outra questão: quem faz o pré-natal (principalmente no SUS, onde está a maioria das mulheres brasileiras) discutindo por vários meses benefícios do parto normal, infelizmente, na maioria das vezes, não é quem realiza o parto. A decisão acaba não sendo sua. Perde-se o vínculo. E para finalizar: não creio que o principal motivo do aumento desse tipo de parto seja a decisão da usuária. Será que as 1.104 (das 1.661) mulheres que realizaram cesárea ano passado nesta cidade tinham medo da dor do parto?

Luciano Nunes Duro Médico/Doutorado em Epidemiologia Ufrgs

Bom exemplo?

Lendo na Gazeta do Sul de 18 de abril o artigo A virtude do bom exemplo, escrito por Mattheus A. Swarowsky (União de Famílias de Schoenstatt), sobre a Galeria São Luís, nos perguntamos: o que é mais importante – estacionamento ou as lojas em si que dão e geram empregos e serviços em geral a centenas de famílias por décadas, além de tributos ao município? Valeria uma enquete.

Irineu Wegner Cliente e frequentador dos estabelecimentos

Compartilhe esta notícia Deixe seu comentário Assine a newsletter Indique esta Notícia


Mais Notícias de Geral
Jornal Gazeta do Sul
Rua Ramiro Barcelos, 1206 | Santa Cruz do Sul - RS
(51) 3715-7800 | portal@gaz.com.br
Desenvolvido e Mantido por
Equipe de TI Gazeta Grupo de Comunicações